Banners nos jogos

Olá tudo bem? Espero que não esteja irritado com algum banner por ai! Aliás, falando nos games, aqueles banners com propagandas interrompendo o tempo todo são terríveis hein!? Fala sério!

Mas calma, por aqui estou falando de vários assuntos relacionados ao desenvolvimento e mercado de games, da uma espiada depois nos outros texto.

Ai você pega seu celular, quer aproveitar aquele momento “relax”, abre aquele joguinho maneiro, começa a se prender nas fases e “PÃÃÃãÃãÔ… em algum momento precisa aguardar 10, 15, 20 segundos vendo propaganda de algum produto para continuar… ou então ficar com um banner o tempo todo em algum canto da tela, e por vezes até sair do jogo, e tendo que voltar para continuar,… IRRITANTE, não?!?!!!

Bom, vamos lá, já sabemos que esses banners geram algum tipo de receita, e não são novidades, a internet toda praticamente vive desde o início pareadas desses conhecidos retângulos, quadrados, círculos seja lá o formato de banners o tempo todo, com a explosão de novos jogos.

Principalmente de desenvolvedores pequenos e independentes, isso se expalhou de forma massiva como uma forma de ter receitas, e manter a produção de games.

Praticamente todos os novos desenvolvedores de games, já antes de criarem seus jogos, já se perguntam quais tipos de sistemas de banners irão colocar em seus games. E assim, muitos desenvolvedores acreditam que podem se manter com essas receitas.

Na prática e de forma resumida funciona assim: (vou dar um exemplo de como funciona o AdMob, que é um dos serviços de propaganda do Google mais utilizado nos jogos)

– Primeiro uma empresa decide divulgar sua marca ou produtos no Google, lá ela escolhe quanto ela vai pagar por visualização ou por clique por exemplo!

– Os desenvolvedores de games, integram seus jogos com o Admob, e podem escolher algumas coisas, por exemplo, que categoria de produtos podem aparecer no seu jogo.

– Os jogadores quando estão no jogo, visualizam ou clicam em algum banner, nesse momento o desenvolvedor recebe um percentual do que a empresa optou pagar pela publicidade.

Ual, um cenário lindo, muito bem planejado, e realmente é, e funciona muito bem!

Porém muitos desenvolvedores esquecem de explorar outras formas de receitam achando que ficarão milionários somente com banners do AdMob!

Vamos olhar um pouco mais de perto nesse funcionamento:

– Uma empresa decide que vai pagar R$ 0,05 no clique de um banner.

– O desenvolvedor precisa de muitos cliques e exibições para garantir realmente algum centavo no bolso, então precisa mostrar os banners muitas vezes durante um jogo.

– O jogador fica recebendo banner toda hora, sempre precisando ver até o fim para ganhar algo etc.

Quando o jogador realmente clica, no banner, o desenvolvedor vai receber em torno de 70% dos R$ 0,05 que a empresa falou que pagaria pelo clique, ou seja, para conseguir garantir algum troco, o jogo vai precisar ter muiiiiitos jogadores, vendo banners o tempo todo para que consiga alguns cliques ou visualizações.

Isso de fato, tem sido uma venda para muitos desenvolvedores, no entando grandes produtoras, e até alguns desenvolvedores indies, optam por outras formas de receita, e sim, existem muitas formas de receita em um jogo, principalmente com micro transações, que é por exemplo quando você precisa comprar um acessório, uma arma nova, uma roupa, alguns diamantes, etc.

Esses tipos de micro transações são muito mais rentáveis em um jogo, sem ter a necessidade de deixar os jogadores extremamente irritados! Até mesmo os Advergames trabalham de forma mais imersivas, utilizando o ambiente inteiro do jogos para trabalhar uma marca ou produto!

As reflexões que deixo aqui são:

– Quais as melhores formas para obter receitas nos jogos?

– Como dar aos jogadores experiências muito melhores de compras?

Não esquece de compartilhar esse texto! Compartilhar conhecimento é viver! 🙂

Me segue lá

Instagra: @thiagobruno.oficial 
GitHub: Thiago Bruno 
Linkedin: Thiago Bruno

Posts relacionados

Empreendedorismo

Indie na BGS

Thiago Bruno
Empreendedorismo

Anitta a rainha da mídia!

Maria Olívia
Empreendedorismo

Empreendedorismo ou sacrifício?

Maria Olívia

Cadastre-se e receba novidades e atualizações por e-mail.