Lilith e a Liberdade Feminina

Lilith

Na Astrologia o mapa astral dá acesso as informações sobre nossos dons, talentos e potencialidades e também sobre nossas vulnerabilidades e sombras, analisando arquétipos e simbologia dos planetas, signos e as casas astrológicas.
Quando falamos de Lilith, estamos falando das sombras e trevas que há em nós, ela é nomeada também de Lua Negra. No céu é a direção do apogeu e sombra da própria lua. Representa uma expressão do feminino de forma sombria.

O ponto onde está a Lilith no mapa realça os nossos fracassos, medos, vulnerabilidades, frustrações, limitações e a sexualidade. O objetivo dela é a sublimação e cura dessas energias em excesso, para libertação do feminino.

A Lilith aparece em várias religiões e nos mitos. Uma das principais teorias de Lilith, é de que ela é a primeira esposa de Adão. Criada igualmente a ele e não da costela dele, porém rebelou-se contra Adão por não aceitar ficar abaixo dele no ato sexual, pois se achava igual a ele e não inferior. Eis aí a primeira feminista. Assim ela fugiu do paraíso e quando o Criador criou a Eva, a partir da costela de Adão, para fazer companhia para ele, ela se transformou em serpente e se enrolou a árvore a vida, no intuito de mostrar a Eva a importância da sua liberdade.

Porém, sem demonizar a Lilith, como infelizmente fazem as religiões patriarcais, acredita-se que quando o Criador fez o paraíso, os seres humanos ali não evoluiam, pois estavam confortáveis e estagnados. Foi então a partir da energia feminina, que é a energia criadora e geradora, que o criador permitiu ao ser humano o conhecimento do bem e do mal e houve o livre arbítrio para o aperfeiçoamento. Foi a Lilith que tirou o véu da ilusão dos olhos humanos.
Não é a toa que o Bastão de Esculápio, o símbolo da medicina, tem a serpente, ela representa a cura! Conhecimento é cura!

O processo lilitiano acontece a todo momento, se resume na compreensão das experiências com o ideal de aperfeiçoamento. Sabe quando ocorre a frustração depois da decepção? A desilusão depois da ilusão? O medo da liberdade? A sensação de limitação? Aí há a necessidade de assimilação do que está acontecendo, para que as sombras sejam aceitas, integradas e iluminadas.

Entender as polaridades, sombra e luz, é imprescindível e o caminho é o do meio, feminino e masculino em equilíbrio.

Infelizmente os homens inventaram mentiras sobre a Lilith e até a demonizaram, assim como fazem até hoje com as mulheres, exemplo com o que ocorre com as feministas, criam mentiras e colocam umas contra as outras.

Você só transmuta o que está errado quando você olha e enxerga isso. Em 2020 a Lilith está com a forças renovadas, no dia 27/01/2020 ela ingressou no signo de Áries, o primeiro do zodíaco e um novo ciclo lilitiano começou. Áries dá o impulso de início e do instinto de sobrevivência. Percebeu que algo está errado? Agora é a hora de resolver!

Analisando os astros femininos… A lua tem um ciclo de 28 dias, igual o ciclo menstrual, a Vênus tem um ciclo de 9 meses, igual a gestação e a Lilith tem um ciclo de 8 anos e 10 meses e fica 9 meses em cada signo, igual a gestação também. Os números não são coincidência, são causais. Tudo está em perfeita conexão no astral.

Honre seu ciclo, seu poder criador feminino, seu sangue, sua sexualidade e sua liberdade e assim você estará curando seu feminino em excesso. E os homens também tem a Lilith e devem buscar a energia feminina que há em vocês e assim estarão curando o masculino em excesso.

Havendo coragem, há libertação!
Um novo ciclo se iniciou, o que você precisa curar no seu feminino? O que pede por liberdade? Quais sombras tem aparecido aí e pedindo por luz? Olhe, enxergue, transmute e ilumine.

Na sociedade, o que podemos fazer pela igualdade do feminino e do masculino? Sabemos que vivemos em uma sociedade patriarcal, onde os homens estão acima das mulheres, há muito trabalho de cura para ser feito pela frente e esse novo ciclo de Lilith proporciona a abertura dos caminhos para essa libertação do feminino, por isso compartilho esse estudo com vocês.

O que vocês acharam? Espero ter ajudado! E desejo um novo ciclo lilitiano de muita libertação para nós! Até o próximo texto!

Posts relacionados

Astrologia

Previsões de 2020 para os 12 signos

We Follow
Astrologia

Vem aí… Eclipse Solar no dia 26!

Natália Anjos
Astrologia

Mercúrio em Sagitário!

Daiana

Cadastre-se e receba novidades e atualizações por e-mail.