Música brasileira não é uma bosta!

13/10/2019
Sergio Borin
música brasileira

“Música brasileira está uma merda”, dispara Milton Nascimento durante uma entrevista. ESTRANHO!

Milton Nascimento é um dos grandes gênios da música, digo isso com certeza e com muito respeito, mas não é por isso que tenho que concordar com tudo que ele diz.

Ok, logo depois ele tentou amenizar a polemica, falando que a frase foi tirada do contexto. Só que, ao meu ver, não existe nenhum contexto aceitável para tal afirmação.

O que mais me incomoda nesse lance do Milton são as pessoas que concordam e gritam o mesmo, “a música brasileira (ou geral) tá uma merda e PONTO FINAL”, exacerbando o que eu mais tenho preguiça, ou até mesmo, asco: a vibe nostálgica e cega que só vê valor nos “clássicos”.

O que é clássico? O que são músicas boas? O que faz uma música ser ruim? Reflito. Eu dou zero moral pra quem se gruda no já conhecido e torce o nariz pra tudo que é novo.

Faz tempo que o mainstream brasileiro não representa o que tá acontecendo no cenário musical brasileiro no total. Dizer que a música brasileira tá uma merda é bem chato.

Em contra partida, ignoramos esse tipo de declarações e seguimos exaltando e conhecendo o que não toca nas rádios ou novelas. Tem muitos artistas do underground ganhando espaço e fazendo acontecer, usando o próprio sangue e suor. Respeito. Então, Milton (e outros), abram os caminhos e não entrem na frente, vão juntos. Pode ser?

E para afirmar ainda mais meu ponto, fiz uma playlist (em conjunto com minha ‘tutora musical’.) Quer abrir sua mente, quer conhecer músicas e artistas brasileiros novos, lado b, é só clicar AQUI e curtir a sequencia musical. Tenho certeza que você vai gostar e concordar comigo.

ps: Confira os outros textos em minha coluna. Se quiser me xingar, tudo bem também, manda uma direct, @sergborin

Posts relacionados

Cultura pop
Música

Era pra ser o melhor momento dela

Sergio Borin

Cadastre-se e receba novidades e atualizações por e-mail.